Home
Família
Religiões
Pesquisa
Serviços
Busca
Info
Família Religiões Serviços Busca Pesquisa Info
 
 
Fumo afeta a carreira
 

Muito além dos males que o vício de fumar causa à saúde, uma pesquisa feita com pessoas que fazem a seleção de funcionários demonstrou que o cigarro também afeta negativamente a carreira do candidato.

O estudo denominado “A contratação, a demissão e a carreira dos profissionais brasileiros” foi elaborado pela Catho, empresa que atua na área de recursos humanos.

Em vários Estados brasileiros, foram ouvidos 4.100 selecionadores, entre presidentes, vices, diretores, gerentes e supervisores de empresas, e 12.122 profissionais de diferentes setores.

O principal dado apurado é que mais de 81% dos selecionadores consultados declararam ter alguma restrição à contratação de fumantes, sendo que o índice de rejeição foi ainda maior entre os presidentes e diretores de empresas.

A pesquisa revelou que a restrição ao fumo é uma tendência, pois a comparação feita com estudos anteriores demonstra que ao longo dos anos aumenta a restrição à contratação de fumantes.

O levantando entre os 12.122 profissionais constatou que apenas 13,35% se declararam fumantes e 86,65% não-fumantes – entre os quais, 25,63% ex-fumantes e 74,37% que nunca fumaram. De forma significativa, o maior percentual de fumantes foi verificado entre os níveis hierárquicos mais elevados: mais de 20% dos presidentes e gerentes-gerais fumam.

Ao mesmo tempo em que anualmente cresce a restrição dos selecionadores ao cigarro, a comparação com pesquisas anteriores revelou uma queda superior a 6 pontos no percentual de profissionais que se declaram fumantes. Este é um dado que demonstra o aumento da preocupação com a saúde, fruto de uma consciência sobre os malefícios provocados pelo cigarro.

 
Fonte: Titan Comunicação
Data: 20/6/2008
 
 

Voltar

 
 
 
 
 
 
 
 

Copyright ©2002 - Vida Perpétua Serviços S/C Ltda.