Home
Família
Religiões
Pesquisa
Serviços
Busca
Info
Família Religiões Serviços Busca Pesquisa Info
 
 
FITOTERAPIA: uma opção terapêutica que utiliza plantas medicinais
 

A fitoterapia é mais uma opção terapêutica para a cura de doenças na qual se utilizam folhas, flores, frutos, raízes e cascas de plantas para a promoção da saúde. Uma das grandes vantagens da fitoterapia é a possibilidade de se utilizar uma única erva para tratar diferentes males, simultaneamente.

É muito importante conhecer cada detalhe da planta a ser utilizada. Todas as partes têm função no tratamento das diversas doenças. Mas, cuidado! Existem ervas tóxicas e combinações de ervas que não são aconselhadas. Portanto, não se automedique!

As plantas medicinais possuem vários preparos como cataplasma (papa medicamentosa que se aplica, entre dois panos, a uma parte do corpo dorida ou inflamada), xaropes, ungüentos (medicamento de escassa consistência, para uso externo e que tem por base uma gordura), infusões (chás), sucos, compressas, banhos e cápsulas.

As ervas têm sabores próprios, como doce, amargo, salgado, azedo, e suave e podem ser servidas ou aplicadas em diversas temperaturas como quente, fria, morna, neutra, fresca e entre outras.

A fitoterapia chinesa diz que doenças quentes devem ser tratadas com ervas frias e doenças frias devem ser tratadas com ervas quentes. Estas preparações levam o paciente ao equilíbrio, facilitando a digestão para que as ervas sejam bem absorvidas.

Origem

Na China, surgiram os primeiros registros da fitoterapia em 3000 A.C., quando o imperador Cho- Chin- Kei descreveu as propriedades do ginseng e da cânfora.

 
Fonte:
Data: 26/4/2002
 
 

Voltar

 
 
 
 
 
 
 
 

Copyright ©2002 - Vida Perpétua Serviços S/C Ltda.