Home
Família
Religiões
Pesquisa
Serviços
Busca
Info
Família Religiões Serviços Busca Pesquisa Info
 
 
Carinho Shantala: o contato entre pais e bebês
 

Melhorar a saúde do bebê e estabelecer grande contato com os pais. Esses são os principais objetivos da Shantala um tipo de massagem que é aplicada em bebês. Através dessa técnica indiana ocorre o desenvolvimento de aspectos neuro-fisiológicos, psicológicos e sociais do bebê. Acredita-se que as crianças que recebem essa massagem melhoram em diversos aspectos, dentre eles podemos citar a melhora do sono e o aumento da imunidade.

Essa técnica veio para o Ocidente na década de 70 e foi trazida pelo médico francês Frédérick Leboye, conhecido por ser o defensor do parto humanizado. Em uma de suas viagens a Índia, observou em Calcutá, uma mulher chamada Shantala no momento em que ela fazia massagem em seu bebê e ficou fascinado pelos movimentos e pediu para ver e fotografar a cena. Já em 1976, o médico publicou o livro sobre o assunto.

A Shantala não é recomendada para crianças com menos de um mês, pois o corpo do bebê ainda é muito sensível para ser manipulado. Nos recém-nascidos é comum a pele descamar e deve-se aguardar até que o umbigo esteja bem cicatrizado.

A massagem pode ser utilizada por pais, terapeutas e educadores e é conhecida por auxiliar no desenvolvimento saudável da criança. É através do toque que é possível “conversar” com o bebê. No momento da massagem ocorre uma grande troca de energia que coloca a criança em sintonia com o mundo. A técnica também atua em seu equilíbrio emocional e físico ampliando a capacidade respiratória e liberando a coluna de tensões além de relaxar as articulações.

A massagem também cria um maior vínculo entre o bebê e os pais e que acaba trazendo outros benefícios para ambos. É capaz ainda de ajudar no funcionamento do intestino, fortalecer a musculatura, estimular o sistema nervoso, além proporcionar maior saúde mental e emocional.

Para aplicar a Shantala, o ideal é primeiro aprender com um instrutor ou com alguma mãe que saiba e tenha aplicado em seu bebê. Sempre que for fazer a massagem, é necessário estar concentrado, com pensamentos positivos, pois durante esse período ocorre a troca de energia.

A massagem é feita com o auxílio de óleo vegetal levemente aquecido e em um ambiente agradável que não esteja muito frio. Só não é recomendado que a prática seja utilizada quando o bebê estiver muito doente, com o estômago vazio, dormindo ou passando por alguma crise.

 
Fonte:
Data: 8/8/2005
 
 

Voltar

 
 
 
 
 
 
 
 

Copyright ©2002 - Vida Perpétua Serviços S/C Ltda.