Home
Família
Religiões
Pesquisa
Serviços
Busca
Info
Família Religiões Serviços Busca Pesquisa Info
 
 
Saúde:
cuide dela antes que seja tarde
 

A saúde absoluta jamais será alcançada. É necessário cultivá-la com hábitos saudáveis no dia-a-dia, por toda a vida. Sua conservação constitui tarefa personalíssima e depende muito mais de cuidados individuais do que de procedimentos sugeridos por quem quer que seja. Guarda relação íntima com a vida regrada ou desregrada que levemos.

Para muitos saúde é como liberdade, só se lembram que ela merece atenção especial às vésperas de perdê-la em caráter irreversível. Quem no curso da existência não souber cuidar-se preventivamente, ver-se-á doente e submetido a dor e sofrimento prolongados, sem contar que ficará refém de interesses que prosperam à sombra de sua ignorância em matéria tão fundamental para a longevidade, qualidade de vida, beleza e sobretudo felicidade, pressupostos que caminham juntos.

Sem saúde não há a mínima possibilidade de ser feliz, mesmo sendo afortunado. O que se vê, é que alguns, apesar do conforto que bens matérias pode proporcionar-lhes, estão rogando a Deus para morrer, eis que não suportam mais sentir dor. Hábitos como comer pouco e triturar bem os alimentos são sinônimos de vida longa e de boa qualidade. Quer comer menos? Mastigue mais, combatendo a ansiedade.

É bom priorizar o consumo de cereais integrais, frutas e sucos naturais de frutas, legumes e verduras cruas, ricas em fibras naturais, bem como alimentos isentos de químicas como corantes, aromatizantes, acidulantes, espessantes, conservantes, entre outras, cujo efeito cumulativo é capaz de causar danos irreparáveis ao corpo. Abusar do consumo de grão-de-bico, lentilha, ervilha, vagem e feijões branco, preto, soja, manteiga, azuki e carioquinha, como fontes inesgotáveis de proteína vegetal. Leguminosas, associadas a cereais integrais, suprem com vantagens as necessidades de ferro e proteína. Grão-de-bico e feijão azuki possuem proteína vegetal de melhor qualidade do que a da carne. Gergelim contém cem vezes mais ferro e dez vezes mais cálcio do que leite de vaca. Semitorrar, bater no liquidificador e consumir como farinha.

Respirar ar puro a toda hora é o mais conveniente para captação de energias vitais. Como isso é impraticável nos grandes centros urbanos, há que se aproveitar o ar menos ruim do amanhecer, quando as atividades das cidades ficam reduzidas, para realizar exercícios respiratórios capazes de irrigar as vesículas mais profundas dos pulmões.

Evitar líquido às refeições. Dilui os sucos gástricos e ocasiona má digestão. Gelado, proporciona choque térmico exagerado, aumentando o calor na cavidade abdominal, que sofre alteração em razão de casual inflamação nas mucosas.

Estabelecer um programa confortável de caminhada de, no mínimo, três vezes por semana. Poderá ser outra atividade física que melhor lhe convier, desde que seja sistemática. Deve-se praticar exercício físico ao ar livre ou em local bem ventilado, despojado de agasalhos e roupas apertadas que possam inibir a eliminação de suor, substância análoga à urina. Se não encontrar saída ele é reabsorvido pela pele, órgão de nutrição e eliminação. Toxinas eliminadas pela transpiração serão reintroduzidas quando o corpo secar. Melhor é tomar banho frio. Água fria sobre a pele provoca reações nervosa e circulatória e elimina impurezas do sangue pelos poros.

Com o objetivo de preservar a qualidade do ar no quarto de dormir, convém afastar dos aposentos roupas, sapatos e meias usadas, impregnadas com germes e bactérias no contato com o meio ambiente. Crianças, em especial, devem pernoitar em local bem ventilado.

São cuidados simples, mas traduzem efetivamente mudanças para melhor nas condições de saúde. Fáceis de ser incorporados ao cotidiano, não implicam muitas diferenças na rotina.

 
Fonte:
Data: 11/8/2003
 
 

Voltar

 
 
 
 
 
 
 
 

Copyright ©2002 - Vida Perpétua Serviços S/C Ltda.