Home
Família
Religiões
Pesquisa
Serviços
Busca
Info
Família Religiões Serviços Busca Pesquisa Info
 
 
Sabores:
o gosto do branco
 

A cor branca representa purificação e suavidade. E essas também são qualidades das comidas brancas. Alimentos como nabo, cebola, alho e arroz limpam e purificam o organismo, de acordo com a medicina chinesa, e retardam o envelhecimento, segundo os métodos de cura tradicionais. Além disso, o branco atrai por sua leveza. É o que torna irresistíveis um sorvete de coco, um suspiro, um iogurte.

É vital
A medicina chinesa define os alimentos não apenas pelas propriedades nutritivas mas também por sua energia. Na cadeia energética alimentar chinesa, o branco é uma das cinco cores de alimentos fundamentais para a saúde (as outras são preto, amarelo, vermelho e verde-azulado). De sabor picante, relaciona-se com o metal, um dos cinco elementos da natureza. Legumes brancos, como o nabo e o rabanete, ajudam o organismo a eliminar toxinas.

Na culinária japonesa, pratos de peixe cru vêm acompanhados de nabo ralado, que os livra de qualquer toxina. A medicina oriental relaciona cores e sabores aos órgãos vitais. O branco rege o pulmão, órgão com função limpadora, que transforma o ar com alto teor de dióxido de carbono em oxigênio puro. Por isso, o nabo combate a tosse e a bronquite. O arroz, cereal mais consumido no mundo, é considerado equilibrante por não ter sabor pronunciado e concentrar benefícios nutricionais.

Fonte da juventude
Os nutrientes que dão cor às frutas e hortaliças, como o branco de aipo, cebola, alho-poró e pêra, desaceleram o envelhecimento e previnem doenças. Os nutrientes que retardam a deterioração de frutas e legumes depois de cortados ajudam o corpo a se defender da ação destrutiva dos radicais livres, substâncias presentes no ar que oxidam as células. No corpo, o alimento branco estimula a região do palato, o céu da boca, e nos transmite a idéia de leveza e frescor. É por isso que tendemos a ficar com água na boca diante de sorvete, iogurte, marshmallow e merengue.

Para saber mais: Qual a Cor da Sua Dieta? (ed. Campus)

 
Fonte:
Data: 9/6/2003
 
 

Voltar

 
 
 
 
 
 
 
 

Copyright ©2002 - Vida Perpétua Serviços S/C Ltda.