Home
Família
Religiões
Pesquisa
Serviços
Busca
Info
Família Religiões Serviços Busca Pesquisa Info
 
 
Bem-Estar:
O prazer de respirar
 

A respiração influencia diretamente a emoção e a sensibilidade. Porém, ninguém percebe que está respirando. Mesmo porque não é preciso pensar para que cerca de 5 litros de ar entrem e saiam dos pulmões a cada minuto. Mas quando algo não vai bem com o nosso corpo, quando surgem as sensações de baixo-astral, pode conferir: possivelmente você não está respirando bem. Uma boa pedida é fazer uma pausa, prestar atenção na entrada e saída do ar. Só isso já acalma e traz de volta o ânimo. O frescor de sorver o oxigênio tem ligação direta com a satisfação de viver e aproveitar cada dia.

5 toques para sair do sufoco
Veja alguns exercícios simples que podem aumentar ou trazer de volta o prazer de respirar livremente, em várias situações do cotidiano.

Momentos de ansiedade, angústia e nervosismo
Se você precisa encontrar soluções para problemas sérios, enfrentar esperas prolongadas e situações em que não há absolutamente nada a fazer, o melhor é sentar-se, colocar as mãos embaixo do umbigo e respirar. Inspire e expire sem fazer esforço, por alguns minutos. O efeito é calmante.

Quando a voz treme
Nem sempre falar em público ou numa reunião importante é tarefa fácil. Gagueira e engasgos podem ser controlados com a respiração. Esses embaraços ocorrem por causa da ansiedade, sentimento que atrapalha o fluxo do ar. Respirar pausadamente ajuda a manter a calma e se expressar melhor.

Escudo protetor
A respiração também pode ser aliada na hora de enfrentar ambientes onde reinam as energias do rancor, da competição e outros sentimentos pesados. Lembre-se de respirar devagar, se possível com as mãos abaixo do umbigo, imaginando que o ar purifica e impede que você seja contaminado por essa atmosfera nefasta.

Viagem interior
Em qualquer situação do cotidiano, como por exemplo no trânsito, preste atenção na sua respiração. Sem controlar ou fazer esforço, perceba como o ar entra e sai dos pulmões. Sinta se há bloqueio ou se o ar flui com naturalidade. Isso ajuda a recuperar a tranqüilidade e o equilíbrio.

Sono tranqüilo
Antes de dormir, respire fundo e suavemente durante três minutos, deixando que o ar preencha os pulmões e o ventre (mas sem estufar o peito e a barriga). Essa prática faz com que a sensação de relaxamento permaneça durante as horas de sono.

 
Fonte:
Data: 23/5/2003
 
 

Voltar

 
 
 
 
 
 
 
 

Copyright ©2002 - Vida Perpétua Serviços S/C Ltda.