Home
Família
Religiões
Pesquisa
Serviços
Busca
Info
Família Religiões Serviços Busca Pesquisa Info
 
 
S.O.S.: cuide de nossa Terra
 

A reciclagem parece ser a saída para proteger a Terra, o único planeta do sistema solar que apresenta vida inteligente. Respeitar, reduzir, reutilizar é o lema dos ecologistas, tudo que se faz hoje para preservar o meio ambiente vai influenciar a vida daqui a 1 000 anos.

A emissão de poluentes, a exploração de recursos naturais sem planejamento ou de forma ilegal, o uso de agrotóxicos que põem em risco a qualidade do solo e a pureza da água não vão aniquilar o planeta, mas são fatores que determinam a qualidade de vida, ou, melhor, a falta dela, para os seres humanos e animais.

É claro que a mudança desses rumos assustadores depende das ações governamentais, que a velocidade da destruição é maior do que a das medidas de recuperação, mas existem atitudes do cotidiano que podem ajudar a mudar essa realidade e preparar terreno mais amigável para as próximas gerações. O primeiro passo é ter em mente que a Terra é sua casa, onde cabe tudo aquilo que você ama. No supermercado, na feira, no exercício da profissão é possível colaborar para ajudar, ou ao menos para não piorar, a vida do planeta. Você pode não ver diferença em, por exemplo, fazer coleta seletiva de lixo ­separando e encaminhando para reciclagem o plástico e o metal, que demoram 100 anos para se decompor, ou o vidro, que leva 10 000 anos na decomposição. Mas, certamente, seus bisnetos agradecerão se você colaborar para que os aterros sanitários ­ imensas montanhas de lixo a céu aberto ­ deixem de existir.

Outras maneiras de entrar no mutirão para limpeza da Terra:

Recuse produtos aerosóis com gás CFC, ele destrói a camada de ozônio.
Prefira alimentos sem agrotóxicos. Os produtos químicos prejudicam a saúde, contaminam solo e água.
Há feiras onde fruta e verduras orgânicas são vendidas pelo próprio produtor, o que reduz o preço.
Para lavar louça, use sabão em vez de detergente.
Não desperdice energia elétrica.
Prefira móveis de madeira plantada ou que tenha selo de certificação, que garante que não foi extraída ilegalmente.

 
Fonte:
Data: 21/3/2003
 
 

Voltar

 
 
 
 
 
 
 
 

Copyright ©2002 - Vida Perpétua Serviços S/C Ltda.