Home
Família
Religiões
Pesquisa
Serviços
Busca
Info
Família Religiões Serviços Busca Pesquisa Info
 
 
Espiritualidade: Liberte-se do apego
 

Um dos caminhos para ter paz de espírito e coração leve é abrir mão do desejo de conservar as coisas, as pessoas, as situações indefinidamente. Aprenda como libertar-se das artimanhas do apego – isso fará bem para você e para todos a sua volta.

O apego, na linguagem budista e cristã é algo opressivo, que nos asfixia e aprisiona, sem mesmo termos consciência. “Apego é o maior sinônimo de sofrimento e sua maior causa”, sintetiza o filósofo indiano Krishnamurti no livro A Mutação Interior.

Desapegar-se, portanto, é liberar-se do apego. É, literalmente, soltar-se do laço que nos sufoca. Algo que traz alívio interno, paz de espírito, uma alegria que relaxa. O problema é que não percebemos que existe o laço. Pensamos que não podemos viver sem aquilo, que na verdade é uma grande fonte de angústia.

Como perceber se estamos apegados a algo? Apego é atribuir exagerada importância a um objeto, uma situação ou uma pessoa. Em outras palavras: apego não é uma manifestação de amor, mas de posse, um desejo incontrolável de conservar algo para sempre.

Oito passos para soltar as amarras:
1. Medite em que situações você se sente preso, asfixiado.
2. Reconheça seu apego. Essa consciência é vital para a mudança.
3. Procure experimentar pequenas ações de desapego. Doe objetos, desista de uma mania, mude um de seus hábitos.
4. Desperte e interaja com o mundo. Participe de uma campanha de solidariedade, ajude quem está precisando em seu círculo de amigos.
5. Imagine-se livre de seu objeto de apego e sinta-se feliz por conquistar a liberdade. Prove essa sensação quantas vezes quiser. Ela abrirá caminho para suas futuras decisões.
6. Não tenha medo. Veja o que pode mudar em sua vida, sinta curiosidade por outras maneiras de viver.
7. Se necessário, procure ajuda nos grupos espirituais ou de apoio psicológico para tomar decisões importantes.
8. Medite. A meditação acalma a mente, e essa tranqüilidade é a base para livrar-se dos apegos.

 
Fonte:
Data: 28/2/2003
 
 

Voltar

 
 
 
 
 
 
 
 

Copyright ©2002 - Vida Perpétua Serviços S/C Ltda.